• UnBcast

Intervenção educativa utilizando um podcast educacional sobre hanseníase

Dissertação de Mestrado | Fonte: Repositório Digital da UFPE



Autoria: Mirthis Cordeiro Ferreira | Universidade Federal de Pernambuco - PE


Intervenção educativa utilizando um podcast educacional sobre hanseníase


Resumo: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa de evolução crônica, considerada problema de saúde pública. Acredita-se que a educação em saúde seja eficiente ferramenta a ser utilizada para a quebra da cadeia epidemiológica da doença. Tendo em vista a íntima relação entre os setores de educação e saúde deve-se investir em ações de promoção a saúde no ambiente escolar, a fim de estimular a corresponsabilidade em saúde durante a formação dos cidadãos. Como forma de dinamizar o processo de ensino-aprendizagem o profissional de saúde, como o enfermeiro, pode lançar mão de tecnologias educacionais, como o podcast, uma vez que as evidências mostram seu efeito positivo no aprendizado das pessoas. Esse estudo teve como objetivo avaliar o efeito do uso de um podcast educacional sobre hanseníase em uma ação educativa com alunos da Educação de Jovens e Adultos. Trata-se de um estudo de intervenção do tipo “antes e depois”. A coleta de dados ocorreu em duas escolas públicas estaduais do município de Recife-PE. A amostra foi composta por 211 alunos. A seleção foi do tipo não probabilística por conveniência. O podcast foi validado e aborda diversos aspectos da temática. A coleta de dados ocorreu por meio de questionário pré e pós teste. A validação do questionário foi feita por expertises nas temáticas de Educação em saúde e/ou Hanseníase e/ou Tecnologia Educacional. O valor do Item-level Content Validity Index (Índice de validade de conteúdo do item) foi maior ou igual a 0,80 na maioria dos itens avaliados, o Scale-level Contente Validity Index (Índice de validade de conteúdo em nível de escala) foi igual a 0,80. Em relação à intervenção, foi observado que o conhecimento prévio dos participantes era inadequado e parcialmente inadequado (aproximadamente 90 e 100 alunos respectivamente). Após a intervenção houve aumento do conhecimento dos participantes, passando a apresentar conhecimento adequado (140 participantes aproximadamente) evidenciando aumento estatisticamente significativo da quantidade de alunos com conhecimento adequado, mostrando que o podcast foi eficaz no aumento do conhecimento dos alunos sobre hanseníase. Apesar de já terem ouvido falar sobre a doença os participantes mostraram conhecimento inadequado acerca da temática, inferindo baixa qualidade das informações divulgadas. Para que a educação em saúde leve a mudança de comportamento deve ser ancorada na necessidade do público-alvo, assim como nas questões socioculturais, as ações educativas devem ocorrer de forma horizontalizada, promovendo a integração do conhecimento científico com o conhecimento popular. Nesse sentido, o uso de tecnologias educacionais nas intervenções educativas é eficaz em construir conhecimento junto à comunidade. O uso do podcast foi eficaz no aumento do conhecimento dos participantes acerca da hanseníase, evidenciando a importância de utilizar recursos como este nas ações de educação em saúde.


Palavras-chave: Educação em Saúde, Hanseníase, Tecnologia Educacional, Podcast, Estudantes.


Link de Acesso: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/35140